domingo, 25 de dezembro de 2011

Alegro-me em Ti.

Queria assim, ter sentimentos explosivos de alegria...
Não apenas sentimentos momentâneos...!!!
Ou aqueles sentimentos sentidos por outra pessoa,
Assim, como um coadjuvante de uma história alheia...
Quero todos os holofotes iluminando minh'alma,
a metamorfosear possíveis recantos escuros,
eu, sendo a estrela principal do meu filme,
uma grande comédia da vida, cujas risadas
tirarei de meus amores e me deleitarei em
plena felicidade no palco explendido do meu destino.
Quero sim, viver meu amor pleno a sorrir
e deste amor pleno me deixar fluir...
sei que meu sorriso sempre será perene,
Pois estarei na graça do meu primeiro amor.

J.Augusto. 25/12/2011.

sexta-feira, 25 de março de 2011

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011





Lembranças.

Conta-gôtas no telhado de zinco...
lá fora tá escuro, caiu um raio bem próximo...!!!
sussurros na cozinha de terra batida...
no fogão, a lenha crepita deixando
fantasmas no estuque a bailar...
Cheiro de feijão gostoso no ar...
úmido e volátil sopro de pinga
a desejar espantar o frio...
Na janela torta, sem prumo,
debruçada pensativa, Laura caduca...
Seus sonhos, foram só do realejo...!!!
A musiquinha tocava... e o periquito
tirava a sorte... Ponteios até a morte...

A viola chorava no sepulcro de seu quarto,
entre garrafas, afinava as cordas
e tirava uma canção...
Cantarolando dedilhava uma prosa...
a dedicatória, era a solidão...

Voava em pensamentos a chorar
do canto triste do pássaro da noite...
ponteava a chalana flutuando
em busca de Belos Horizontes...

Jorge Augusto. Em 14/01/2011.

Amada Minha

(uma ode a Cris)

Sei que meu amor é distante,
Que aperte a saudade, que te implore,
Presença de almas mais constante...
mesmo que me magôe e te chore...

São duas nuaces distintas que prima fidelidade,
das sutilezas despercebidas, uma, em outra cidade...!!!
Vão-se amalgamando almas fecundas,
mesmo que distem ne nós, corpos de sexualidade...
As mentes se mesclam num plano,
unidas e coesas em busca da tenra felicidade...

Tudo se encaixa em co e incidências...
Os pensamentos que permeiam a solidão,
são os mesmo que nutrem anceios e desejos,
que aquece o sangue, descompassa o coração...

Nosso respirar é ofegante...
Apenas senti sua voz em meu ser...
Minhas virtudes viris,
carne latente,
que brame o mastro...
Mais nada a provar...!!!
Se as almas se mesclam num mesmo plano...
Porque se castrar...???

J.Augusto. em:26/01/2011.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

A Busca...




Almas mutiladas, perfiladas no espaço etéreo de meus sonhos,
desfilam em fantasias e se diluem em dias tristonhos...
A Melodia do meu ser que se faz amor e flui,
encontram desorientadas rosas já desbotadas
pelo tempo, em desalinho ,se nutrem de esperanças...
Alimentar sonhos de utópicas ilusões, sem chances...!!!
Bom mesmo é rasgar os véus das mentiras,
mesmo que seja dolorido... Chegando à tona,
Num mar calmo e sereno... a turbulência do silêncio
dos inocentes sonhadores...
Olhar as estrelas e suspirar... dedicar boa parte
de sua vida à presença da sua auzência insana...
estar... ficar.... retroceder... introspectar-se...
Em si... Viajar pelas galáxias deste espaço infinito
que é o pensamento. Você dentro de você mesmo...
conseguirá algum dia, chegar onde estão seus sonhos...!!!
Mas nunca alcaçaras sequer teu próprio coração se direcionares
sua vida para fora de si mesmo... Pois o amor está contido
no próprio amor... a Essência do Deus triuno É energia latente
que se move dentro de cada um de nós.
"Ame-se e deixe-fluir"

Jorge Augusto.

Minha lista de blogs

Minhas imagens

Minhas imagens
Ninféias

Pesquisar este blog

Seguidores