sábado, 25 de fevereiro de 2012




Baluarte do amor.

Assim foi feito, entrei em teus sonhos,
vasculhei tua alma e parei em teu coração...
Você simplesmente me olhou, me encarou,
viajou no meu sorriso com os olhos de emoção...

Brilhavam como duas densas labaredas que
me queimavam o corpo me deixando tenso...
e crescia... crescia... na proporção de cada pulsar...!!!
O que me invadia às veias, fervilhava de tesão...

Eram cismas metódicas descompassadas,
todas as oníricas farsas descontroladas
de alguns pesadelos em mente conturbada...

E com os olhos mareados de lágrimas
me serviam como baluarte de amor...
foi embora a mentira, junto...!!! foi a dor.

J.Augusto. 10/02/2012.

Nenhum comentário:

Minha lista de blogs

Minhas imagens

Minhas imagens
Ninféias

Pesquisar este blog

Seguidores